Sebastião Salgado, contemporaneidade e o espelho

Se você ainda não assistiu, assista.

Ser contemporâneo, estar no momento presente da história, desenvolver a sociedade ou a si mesmo, é, neste momento, trabalhar para salvar o planeta de nós.

Qualquer outro desejo ou necessidade é minúsculo, como quando alguém encara de frente a morte e percebe imediatamente o que importa na vida.

O ser humano está face a face com si mesmo, como num espelho.